19 de junho de 2012

Drops literário.

Foto via Google
O livro da vez é bem mulherzinha, de primeira impressão estilo autoajuda, nada a ver comigo e vendeu milhões de cópias: Por que os homens se casam com as mulheres poderosas? Pensei bem antes de ler esse livro, calculei se ficaria compulsiva por seguir todos os passos, se assumiria uma postura de mulher sem autoconfiança, mas acabei lendo num momento de ócio extremo.
Minha opinião sobre ele é rápida e curta: 70% mentira! De todos os seus passos metade são repetidos, me perdi em contar quantas páginas falavam exatamente a mesma coisa, sei lá, deve ser alguma técnica para você absorver o tema como se diz aqui na Bahia, "por osmose".
Homens gostam de ser colocados para escanteio, uma mulher poderosa é aquela que independente da situação coloca sua opinião a frente de tudo e de todos (para mim isso é egoísmo sem-limite), e no final a autora arremata com uma lista de nada mais do que 75 procedimentos para arrancar uma aliança de 18kl do bolso deles, procedimentos estes que foram distribuídos ao longo dos capítulos, creio que ninguém mais tenha paciência para reler essas diquinhas.
Enfim, sai do livro com mais ócio que antes, mas como eu disse tem alguma técnica japonesa que me fez aprender algumas táticas, só para não dizer que foi leitura em vão. O livro em si não é ruim, mas eu acho que só vendeu por causa do título que atraí milhões de mulheres desesperadas por um matrimônio. Duas observações: o livro não é meu, achei na estante da minha irmã e não colocarei nenhum trecho pois não encontrei algum marcante que ficasse gravado na memória.

Por que os homens se casam com as mulheres poderosas? - Sherry Argov

6 comentários:

  1. Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui.

    ontendency.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Vi o teu Blog no Mural de Blogs da Paty Michele e estou dando uma passadinha aqui para conhecer! Já estou seguindo e gostei das postagens! Um Abraço!
    http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa!!!! Quanto tempo não apareço aqui...
    Como vc tá?


    Beijinhos
    Vanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Vandinha, senti sua falta por aqui. Eu estou bem e voce, na paz de Deus? Beeijos querida. ;D

      Excluir
  4. Olá Vanessa Formosa... rsrsrs adorei esse apelido, tudo a ver contigo.

    Ah, menina, não perde tempo com esses livros de auto ajuda americanos não. Os homens lá são mto babacas, totalmente diferentes dos daqui. Ops, as babaquices brasileiras são mais engraçadinhas. kkkkk

    Um bjo, tô levando seu banner de novo pq o de lá deu problema!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o seu blog, mas se você tivesse lido algum jornal de esporte, com as notícias de algum jogo que ocorreu há um ano atrás, teria agregado tanta coisa à sua vida quanto esse tipo de literatura rs...
    Uma vez numa livraria, folheei algumas dessas "preciosidades litetárias", e dá para resumir todos eles num único parágrafo. A base deles é muito simples, tanto as táticas para homens quanto para mulheres. A idéia é minar a autoestima da outra pessoa, deixando claro que ela tem pouca ou nenhuma importância, para que assim a pessoa se sinta um lixo, e se torne grata de mesmo sendo um lixo ter alguém namorando com ela. Muita gente usa esse tipo de tática, e considera que isso seja um relacionamento amoroso, para mim isso é algo completamente doentio.
    Parabéns pelo blog, muito bem montadinho.

    ResponderExcluir

Comente, você também faz parte deste blog. Divina Feminilidade agradece seu carinho.